Unimed Marília encerra o mês de Janeiro com avaliação positiva para os atendimentos remotos para pacientes com síndrome gripal.

Cidade Saúde Últimas Notícias

Desde o início deste ano observamos um crescimento exponencial na procura por assistência à saúde, devido ao aparecimento da nova variante da covid-19, a Ômicron.

A Unimed Marília sempre atenta ao dinamismo da situação, se preparou para enfrentar mais uma vez desafios gerados pela pandemia.

Com a ampliação da equipe e espaço para atender pacientes com síndrome gripal, nosso Pronto Atendimento registrou 10.281 atendimentos no mês de Janeiro de 2022, sendo que dentre eles, 6.119 foram de pacientes com sintomas respiratórios.

Os dados do Pronto Atendimento mostram que após as festas de final de ano, os atendimentos diários para síndrome gripal triplicaram (passaram de 95 para 323).

Devido a esta grande demanda e aumento da procura por assistência à saúde, inclusive de pacientes com quadros mais leves, a cooperativa disponibilizou um canal de atendimento remoto por Teleconsulta, e de acordo com a demanda, a equipe disponibiliza ao beneficiário o atendimento médico com a especialidade de infectologia, ou encaminhamento ao P.A.

Segundo Bruna Maria de Moraes Oliveira, coordenadora da Central Coronavírus Unimed Marília, a partir do dia 7 de Janeiro de 2022 foram realizados 3.526 atendimentos por teleconsulta, sendo que 537 foram encaminhados ao atendimento de telemedicina.

A avaliação de satisfação dos beneficiários superou as expectativas, sendo que 96 pessoas, dentre 210 avaliam o atendimento como excelente. E 93% dos beneficiários recomendariam amigos ou parentes.