DONO DE MOTEL QUE ASSASSINOU AMANTE DA ESPOSA QUE ERA SEU FUNCIONÁRIO, TEM AUDIÊNCIA SUSPENSA POR QUEDA DE ENERGIA

Cidade Polícia Últimas Notícias

O crime aconteceu em 31 de outubro do ano passado, quando a vítima chegava ao motel para trabalhar em Marília.

O suspeito é um coronel da Polícia Militar aposentado e está preso no Presídio Militar Romão Gomes.

A primeira audiência sobre o crime foi suspensa por uma queda de energia. A audiência seria realizada de forma online nesta segunda-feira (31), e 16 testemunhas seriam ouvidas, 8 da acusação e 8 da defesa, além do interrogatório do réu, Dhaubian Braga Brauioto Barbosa.

De acordo com o Tribunal de Justiça, a queda no fornecimento de energia aconteceu durante um dos depoimentos e os trabalhos precisaram ser suspensos. Uma nova audiência deve acontecer em 11 de fevereiro.

O coronel aposentado é acusado de homicídio qualificado por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima. De acordo com as investigações, Dhaubian atirou em Daniel quando ele chegava para trabalhar no motel.

Imagens do circuito de segurança do motel registraram o momento em que a vítima chega ao motel e dois dos três disparos que o mataram.

A motivação do crime teria sido passional, a vítima tinha um relacionamento com a mulher do coronel, que também é policial militar.

A arma dela chegou a ser apreendida no local do crime, assim como o arsenal encontrado nos endereços do acusado, porém a arma utilizada no crime, não foi localizada.

No dia 21 de dezembro de 2021, o Tribunal de Justiça negou o pedido de liberdade desde a prisão de Dhaubian, que foi convertida de temporária para preventiva.