VETERINÁRIO É ESPANCADO ATÉ A MORTE APÓS RECLAMAR DE COLEGA QUE DEITOU SUJO NO SOFÁ

Polícia Últimas Notícias

O veterinário Any Luiz Refosco Júnior, de 35 anos, morreu no último sábado, em Cuiabá, dez dias após ser espancado por um colega de trabalho com quem morava junto.

O rapaz ficou internado em um hospital na capital mato-grossense. A família explicou que a vítima foi espancada após reclamar com o colega para que não deitasse sujo no sofá.

A agressão ocorreu no dia 5 de janeiro, em Brasnorte, onde os rapazes trabalhavam em um frigorífico.

A mãe de Any, Erenice Geller, exlicou que ele sempre reclamava de dores no peito devido ao espancamento, e teve costelas fraturadas.

“Ele (colega) vinha do frigorífico sujo, não tomava banho, e meu filho, poxa, você chega sujo e cheirando sebo e deita no sofá, não toma banho”, relatou a mãe da vítima.

“E o cara (colega) só no videogame, sujo, só joguinho. Aí, deu um piti e deu uma paulada no meu filho.”

Polícia investiga o caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.