BAHIA CONTABILIZA MAIS DE 63 MIL DESALOJADOS DEVIDO ÀS CHUVAS

Brasil Últimas Notícias

Nesta segunda-feira (27) a crise provocada pelas enchentes na Bahia contabilizava 63 mil desalojados e 100 municípios em estado de emergência.

Infelizmente, estamos vivendo o maior desastre já ocorrido na história da Bahia”, declarou nesta segunda-feira o governador da Bahia, Rui Costa, que supervisiona nas áreas atingidas a operação conjunta colocada em prática no sábado com o governo federal e outros estados.

São cenas dramáticas de casas debaixo d’água e ruas que se tornaram verdadeiros rios. Os municípios da Bahia foram atingidos desde quinta-feira por fortes chuvas que provocaram rupturas de barragens e fizeram rios transbordarem no fim de semana.

Além das cerca de vinte mortes desde o início de novembro por causa das chuvas no estado, foram registrados até agora 358 feridos.

Estima-se que um total de 471.009 foram afetadas pelo maior volume de chuva produzido pelo fenômeno climático ‘La Niña’, o que se soma a precipitações excepcionais em um curto espaço de tempo, segundo especialistas.

Para especialistas, há pelo menos três fatores que podem ser associados à alta intensidade das chuvas recentes na Bahia: La Niña, depressão subtropical e aquecimento global.

A cidade de Itabuna, onde foram registradas as últimas duas mortes, sofreu com o transborde do rio Cachoeira. Um dos falecidos, um jovem de 21 anos, foi arrastado pela correnteza; a outra, uma mulher de 33 anos, faleceu vítima de um deslizamento de terra, segundo o último relatório do governo estatal, nesta segunda-feira à tarde.