ATÉ O FIM DO ANO, OS PREÇOS DEVEM CONTINUAR SUBINDO

Brasil Últimas Notícias

São vários os índices que interferem na economia brasileira, o IGPM, por exemplo é usado de base para contratos de aluguéis e prestação de serviços como internet e energia elétrica.

O IPCA é a conhecida inflação. A meta do governo para esse ano é que ela ficasse em 5,25%, mas a expectativa dos especialistas é que ela seja bem maior.

Com a pandemia, houve uma diminuição no consumo e com a flexibilização do isolamento social, a volta do consumo cria um aumento nos preços, pois as indústrias que tinha parado, estão precisando voltar, tendo dificuldades em encontrar matéria prima e tendo que repassar os preços que subiram.

Nos últimos 12 meses o preço da gasolina subiu 46% e o gás de cozinha subiu 22%. Os especialistas acreditam numa estabilização, porém não acreditam em uma diminuição dos preços.