ABELARDO CAMARINHA FAZ LIVE NA RÁDIO CAMPESTRE NESTA QUINTA-FEIRA E FALA SOBRE ATUAL SITUAÇÃO DA CIDADE DE MARÍLIA

Cidade Política Últimas Notícias

Abelardo Camarinha esteve hoje, quinta-feira (10) na rádio campestre para uma live, onde abordou diversos temas. Entre eles, Camarinha falou sobre as eleições de 2020.

Na ocasião, Camarinha havia alertado sobre os tempos difíceis que o país passaria nos próximos anos e que seria necessária uma gestão eficiente para que se fossem combatidas as mazelas e o povo foi amparado.

Camarinha ainda disse que o governo atual, que atua para milionários, não se preocupa com a saúde pública, uma vez que utilizam serviços em grandes hospitais particulares. A população mais necessitada, que precisa ir ao Posto de Saúde, que precisa de remédios, que precisa de transporte público é a que mais sofre.

Ainda de acordo com Abelardo o governo municipal nunca arrecadou tanto como neste último ano, uma vez que subiram os preços da energia e do combustível, o repasse a Prefeitura Municipal também aumentou e como os salários não foram reajustados, a Prefeitura tem um saldo positivo em seu caixa.

Agora com o IPVA a Prefeitura deve arrecadar mais de 100 milhões de reais, enquanto isso as crianças das escolas municipais se encontram sem merenda, faltam UTIs na cidade, entre outras coisas.

Camarinha ainda lembra que durante sua campanha em 2020 alertou sobre as mentiras que o atual prefeito vinha divulgando. O ex-prefeito ainda alerta sobre a vida luxuosa que o prefeito vive e publica em suas redes sociais, enquanto o posso passa uma grande quantidade de variedades.

O ex-prefeito Camarinha ainda relembrou que o prefeito Daniel Alonso recebeu R$ 77 milhões do governo Bolsonaro e do governo do estado para o enfrentamento à Covid-19, que deveriam ter sido utilizados para abertura de UTIs, compra de respiradores, equipamentos, e nada disso foi feito. Segundo Camarinha o dinheiro teria sido utilizado na troca de iluminação, no recapeamento asfáltico da cidade e na contratação de mais de 1000 pessoas através da Emdurb, da Gota de Leite, da Codemar, do Daem etc.

Além disso o prefeito teria feito uma campanha milionária com doação de mais de 200 mil cestas básicas. Os sides de notícias, em sua grande maioria, estavam e ainda estão na folha de pagamento da Prefeitura de Marília, a TV tem, que sempre foi imparcial, também divulgou notícias falsas e a juíza eleitoral de Marília não garantiu à Camarinha o direito de resposta.

Ainda de acordo com Camarinha, Daniel Alonso comprou a imprensa, se juntou com milionários e impediu os demais candidatos de fazer suas campanhas de forma justa. Além disso, destaca Camarinha, que 70 mil eleitores não foram às urnas.

Hoje, após 1 ano de governo, não se vê uma obra na cidade, uma casa popular sendo construída, uma escola, um parquinho, uma creche, um poço d´água, não tem remédio, não tem médicos.

O radialista Marcus Vinicius, que conduziu a entrevista, perguntou à Abelardo sua opinião sobre a Praça São Bento, que está em reformas desde as eleições de 2020, e até hoje a obra ainda não foi finalizada. Camarinha então relembrou que foi prefeito por 3 mandatos, além de ter sido vereador, e que acha um absurdo o prefeito ter asfaltado a parte dos estacionamentos, colocado uma proteção ao redor da praça e dizer que gastou R$ 7 milhões com a reforma.

De acordo com Camarinha com R$ 7 milhões é possível se comprar uma fazenda com 100 alqueires em Rosália, e não está pronto.

Ainda Camarinha denunciou que a obra tão comentada pelo prefeito Daniel Alonso durante sua campanha, a obra do esgoto, que ele trouxe até um Ministro para a suposta inauguração, ainda não está pronta.

Falando sobre os vereadores que se elegeram em sua coligação, Camarinha comenta como “num passe de mágica” eles teriam se aliado a Daniel, como exemplo um vereador cuja esposa e o filho trabalham na Gota de Leite com altos salários, ou a vereadora que trocou de carro, entre outros, e desta forma a CPI da Covid não anda para analisar onde foram empregados os R$ 77 milhões vindos do governo para o combate à Covid-19.

Camarinha ainda comentou sobre a fala na última sessão da Câmara Municipal de Eduardo Nascimento, que denuncia mais uma vez o Assessor Especial do prefeito Daniel Alonso, Alysson, que comprou uma mansão milionária em um condomínio em Marília incondizente com seus rendimentos mensais oficiais e registrando apenas o terreno.

Ao invés da Prefeitura entrar com uma investigação contra Alysson, a investigação que está sendo feita é contra o vereador Eduardo Nascimento, que fez a denúncia. Abelardo comenta que ao invés de investigarem o vereador deveriam investigar o MAC, a Codemar, a Secretaria de Obras, o Daem, a Secretaria da Cultura que, segunda Camarinha, são “antros” de corrupção.

Ele ainda comenta a manchete do jornal O dia, “Júnior Féfin denuncia fraudes”, Abelardo explica que quando o Ministério Público vê uma notícia crime ele é obrigado a apurar, e as denúncias feitas pelos vereadores seriam notícias crime e deveriam já estar sendo apuradas.

Além de tudo isso, Camarinha ainda comentou sobre a visita da Polícia Federal à Prefeitura de Marília, no gabinete do prefeito Daniel Alonso, e na casa de seu chefe de gabinete, para apurar fraudes e superfaturamentos por parte da administração municipal.