DEPUTADO DOUGLAS GARCIA SOLICITA “PROJETO MULHERES DE PEITO” PRA BAURU E ARAÇATUBA

Política Últimas Notícias

Diante da crise econômica ocasionada pela pandemia e o impacto que gera dificuldade na obtenção de serviços por parte da população mais carente, o deputado Douglas Garcia (PTB) tem atuado, por meio de seu mandato, em causas que não desprezam os cuidados necessários no combate à Covid-19, mas que defendem a manutenção de serviços públicos essenciais para a população.

Um exemplo deles é o Programa Mulheres de Peito, criado em 2013, com o objetivo de detectar precocemente o câncer de mama e facilitar o acesso ao tratamento da doença através de carretas personalizadas que percorrem os municípios do Estado. R$ 19,6 mi foram gastos em 2019 para a duplicação da quantidade de caminhões que atendem o projeto, totalizando oito.

A OMS estima que no mundo ocorram cerca de 1.050.000 casos de câncer de mama por ano. É o tipo de câncer que mais incide sobre a população feminina. Nas mulheres, é a causa mais frequente de morte por câncer.

As causas do câncer de mama não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que a doença é multifatorial e depende de uma complexa combinação de fatores. A idade é o principal fator de risco, que aumenta a partir dos 35 anos em alguns grupos. As mulheres que têm entre 50 e 70 anos são as mais propensas, por isso as políticas de rastreamento, baseadas nas recomendações da Organização Mundial de Saúde, são prioritariamente focadas nessa faixa etária.

 O número de mamógrafos existentes no Estado (433), públicos ou conveniados SUS, atinge a média de 4,4 mamógrafos por 240 mil mulheres SUS dependentes. A OMS preconiza 01 mamógrafo para 240 mil mulheres.

Mesmo assim, não tem sido possível sensibilizar a mulher assintomática a realizar o exame preventivo considerado tão importante para sua saúde.

Vários motivos podem justificar a não aderência desta mulher: trabalhos apontam principalmente três causas referidas – falta de tempo, constrangimento e dor na realização do exame.

Por todas estas razões é criado na Secretaria de Estado de São Paulo o Programa Mulheres de Peito, com o objetivo de conscientização destas mulheres sobre a importância da realização do exame, assim como a facilidade do acesso ao mesmo, através da dispensa do pedido médico, facilidade de agendamento e garantia do tratamento logo após a confirmação do diagnóstico.

No dia 14/10, o Deputado Douglas Garcia encaminhou as indicações nº 8706 e nº 8707 de 2021 ao Governo do Estado de São Paulo com objetivo de adicionar as cidades de Araçatuba e Bauru no itinerário do programa de saúde.  De acordo com o censo IBGE, Bauru possui cerca de 350 mil habitantes, sendo 51,55% da população composta de mulheres, e Araçatuba, cerca de 200 mil habitantes, sendo 51.91% da população composta de mulheres.

“A saúde não pode esperar. Cada dia de espera sem o diagnóstico correto pode ser fatal. Não podemos deixar as mulheres do estado de São Paulo desamparadas durante o período de quarentena. Entendemos que o programa Mulheres de Peito PRECISA ser retomado, urgentemente, para garantir o diagnóstico e o tratamento adequados das mulheres que necessitam do atendimento do Estado.” disse o jovem deputado Douglas Garcia que vem lutando pela população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.