PROFESSOR DE BIOLOGIA PERCORRE 800KM PARA INCENTIVAR A DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA

Últimas Notícias

Foto: Carlos Rezende / Arquivo pessoal

Carlos Rezende, em 2016 passou por um transplante de medula óssea em Jaú, que segundo ele o fez “renascer”, e para incentivar a doação de medula óssea que pode salvar tantas outras vidas como a dele, Carlos, que é professor de biologia, está percorrendo 800 km, do Mato Grosso do Sul, onde reside, até Jaú (SP) pedalando.
O trajeto teve início no dia 7 de setembro com partida de Campo Grande (MS) e deve terminar no dia 18 em Jaú, data que é comemorado o Dia Mundial do Doador de Medula Óssea.
O professor começou com um ritmo de 100 km por dia na primeira semana do trajeto, e reduziu para 50 km. A jornada é acompanhada por um veículo de apoio.
No dia 17, Carlos deve encontrar a pessoa que fez a doação de medula que salvou sua vida, Luís Eduardo, de 27 anos. Foi através do cadastro de doadores de medula óssea, o Redome, que o professor encontrou um doador compatível, as chances de compatibilidade são de 1 em 100 mil.
O doador vem do Paraná pata Bauru participar da iniciativa de Carlos, eles devem finalizar o percurso juntos.
Também deve se juntar ao professor no percurso final sua namorada Tatiana, que o acompanhou durante toda a viagem no carro de apoio.
O grupo será recepcionado no Hospital Amaral Carvalho, onde Carlos realizou seu transplante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.