DEPUTADO VINICIUS APOIO A INICIATIVA DO PROGRAMA DE AUXÍLIO ‘SP ACOLHE’

Brasil Política Últimas Notícias

O programa SP Acolhe oferece auxílio de trezentos reais para famílias vulneráveis que tenham perdido parentes para a covid-19.

“Esta é mais uma iniciativa de cunho social do Governo do Estado de São Paulo que objetiva diminuir o impacto provocado, principalmente pelos efeitos da pandemia, junto a milhares de famílias”. Foi o que disse o deputado estadual, Vinicius Camarinha, líder do governo na Assembleia Legislativa, sobre o anúncio, pelo governador João Doria, do programa SP Acolhe, que vai oferecer auxílio de R$300,00 (trezentos reais) a famílias vulneráveis que tenham perdido parentes para a covid-19.

Segundo explicou Vinicius Camarinha, o governo vai investir R$ 20,1 milhões e o programa SP Acolhe vai beneficiar cerca de 11 mil famílias em todo o estado de São Paulo. Para conseguir o benefício, as famílias deverão estar inscritas no CadÚnico e ter rendas inferiores a três salários mínimos e que tenham perdido pelo menos um ente do núcleo familiar vítima de covid-19. O auxílio será pago em seis parcelas, totalizando R$1.800,00, entre julho e dezembro de 2021.

“É um governo que se preocupa com o aspecto social, com a assistência à saúde e geração de emprego” disse o líder do governo Vinicius Camarinha ao mencionar que na Assembleia foram aprovados o Bolsa do Povo, programa que inclui o Renda Cidadã, Via Rápida, Bolsa-Trabalho, Ação Jovem, Bolsa Talento Esportivo e o auxílio-moradia emergencial, com R$ 1 bilhão para ajudar os que mais precisam. O Governo de São Paulo lançou também o Vale Gás e agora, a concretização do SP Acolhe demonstra a preocupação do governo com o aspecto social.

Recentemente, o deputado Vinicius Camarinha já havia tomado outra iniciativa para ajudar as famílias que se viram em situação financeira difícil, em razão de efeitos da pandemia, como a perda de emprego. O parlamentar aprovou na Assembleia Legislativa uma moção em que pede que Governo Federal estude providências para liberar o FGTS (Fundo de Garantia sobre Tempo de Serviço), temporariamente, aos trabalhadores que estiverem desempregados, para que possam suprir necessidades de subsistência de suas famílias, enquanto perdurar a situação de crise causada pela covid 19.